Sabonete íntimo, características indicadas

Assim como tomar banho é algo natural à rotina, a higiene íntima também deve integrar os cuidados pessoais diários. No caso das mulheres, a mucosa vaginal possui proteção natural formada por bactérias do grupo Lactobacillus casei, porém elas não garantem 100% de proteção, sendo preciso complementar com cuidadosa higiene para evitar que fungos e bactérias se proliferem na vulva, gerando desconfortos como irritações, coceiras e corrimento.

Recomenda-se a higienização íntima pelo menos três vezes ao dia, utilizando apenas água e um sabonete específico. Deve-se evitar o uso de esponjas e cotonetes, pois esses materiais podem machucar. Se ao longo do dia fica difícil manter regular a higiene, faça uso de lenços umedecidos sem perfume, específicos para a região.

DICA: converse com o seu ginecologista sobre as melhores formas para cuidar da sua higiene íntima.

Comentários