Quais são os chás que a grávida não pode tomar?

Durante a gravidez, não é recomendado tomar chá de Hidraste ou chá de Boldo, por exemplo, porque podem aumentar as contrações uterinas, aumentando o risco de aborto ou parto prematuro.
Além disso, há alguns chás que devem ser evitados na gravidez porque ainda não há comprovação científica de que são seguros para usar durante esse período. Por isso, é importante consultar o obstetra ou fitoterapeuta antes de utilizar qualquer chá na gravidez, pois podem prejudicar a saúde do bebê e da gestante.
Plantas medicinais proibidas durante a gravidez
Alguns chás que a grávida e também as mulheres que estão tentando engravidar não podem tomar ou devem evitar são:
– Chá de Boldo
– Chá de Calêndula
– Chá de Erva de gato
– Chá de Tussilagem
– Chá de Erva de São Cristóvão
– Chá de Cavalinha
– Chá de Ginseng
– Chá de Verbena
– Chá de Babosa
– Chá de Ulmária
– Chá de Rosa de Damasco
– Chá de Viburno
– Chá de raiz de Angélica
– Chá de Hidraste
– Chá de Salgueiro-branco
– Chá de Zimbro

O gengibre não deve ser consumido em doses superiores a 1g por cada kg corporal que a mulher possui até as 11 semanas de gestação. Assim, tomar até 3 xícaras deste chá por dia não é contraindicado durante a gravidez.
O chá preto, o chá mate e o chá verde também devem ser evitados durante a gravidez por conterem cafeína. Outros chás como o chá de Cúrcuma, o chá de Cravo-da-Índia e o chá de Dente-de-Leão, por exemplo, não estão totalmente contraindicados na gravidez, no entanto, seu uso só deve ser feito sob indicação médica.
Além disso, o óleo de Erva-Doce está contraindicado na gravidez porque pode aumentar os níveis de estrogênio, estimulando a menstruação.

Grávida pode tomar chá de camomila?
O chá de camomila (Matriaria recutita) pode ser tomado na gravidez para tratar resfriado, sinusite, má digestão, insônia, ansiedade, nervosismo ou dificuldade para dormir, por exemplo devido à sua ação calmante, anti-inflamatória e antibacteriana.
Porém, o chá de camomila-romana (Chamaemelum nobile) não deve ser consumido na gravidez porque pode causar aborto ou lesões no feto.

Comentários